Algumas semanas atrás, a ANAC publicou novas regras para a certificação local de Centros de Treinamento (CTAC’s) – as instituições aptas a efetuar o treinamento e o cheque de pilotos para obtenção e/ou revalidação de habilitações de TIPO – previamente certificados junto à FAA ou ao EASA. Como afirmei no post NOVAS REGRAS PARA CERTIFICAÇÃO DE CTAC ESTRANGEIRO – E O QUE ISSO SIGNIFICA PARA OS PILOTOS DE AERONAVES TIPO, “com estas novas regras, no médio prazo espera-se que a situação melhore para os operadores e os pilotos de aeronaves que requerem habilitação de TIPO”.

Porém, nem sempre as leis da oferta & demanda funcionam com a rapidez que se precisa – especialmente quando o tempo excessivo pode significar o desemprego ou a demora excessiva para uma contratação. Por isso, nós do IPSP resolvemos ajudar o mercado de CTACs na exploração das novas oportunidades de atendimento à necessidade de pilotos brasileiros para aumentar a quantidade de fornecedores treinamento TIPO o mais rapidamente possível.

Nosso Projeto para a Ampliação da Oferta de Treinamento em CTAC’s é simples e prático:

  • Em primeiro lugar, levantamos junto à ANAC qual é a frota operacional de aeronaves TIPO que requerem CTAC e os respectivos treinamentos atualmente certificados. Com isto, foi possível ranquear os modelos de aeronaves com maior relação ‘frota/CTAC’; ou seja: quanto mais aeronaves por CTAC certificado junto à ANAC, maior deverá ser o interesse comercial pela certificação de um novo CTAC junto à ANAC.
  • Adicionalmente, estamos realizando uma pesquisa com pilotos de aeronaves TIPO da aviação geral considerando o nível de (in)satisfação com os atuais fornecedores de treinamento utilizados por eles com relação a fatores como: agendamento, preço, qualidade, dentre outros.
    • Caso você seja um usuário de CTAC e queira nos passar alguma informação quanto a estes aspectos, por gentileza utilize a seção de comentários deste post ou escreva para [email protected] relatando qual é o CTAC e o TIPO de aeronave utilizados e qual é o aspecto positivo ou negativo do treinamento apontado.
  • Com base nas informações coletadas nas etapas anteriores, estamos iniciando o contato com os Centros de Treinamento que podem ter interesse na certificação junto à ANAC, prestando assessoria mercadológica e técnica/regulamentar.

Esperamos que este Projeto dê uma ajuda à “mão invisível do mercado” e acelere a certificação de novos CTACs junto à ANAC, aumentando a concorrência e melhorando os preços e a qualidade dos serviços que vêm sendo ofertados atualmente aos pilotos do Brasil.

Estamos à disposição!