Se na última coluna falamos sobre atitudes perigosas e comportamentos indesejados, pretendo agora fazer o inverso e colocar as características mais desejadas no perfil do aviador. Em inglês, faz-se uso do termo “airmanship” para definir esse conjunto.

Aliás, existem diversas publicações falando a respeito deste termo, mas dificilmente encontramos duas definições iguais. Aparentemente, cada expert ou autor tem sua opinião sobre o assunto. Aproveitei a grande quantidade de discussões sobre o tema e fiz uma compilação com o conteúdo que considero mais pertinente.

Uma das definições mais interessantes é a que compara a estrutura do airmanship com a construção de uma casa. O modelo é adaptado da obra do americano Tony Kern.

Primeiro, temos a fundação. Esse alicerce estabelece a firmeza e força da obra em si. Depois, os pilares. Estes definem o formato da casa. E, por último, temos a cobertura: essa cobre toda a obra, como um teto que envolve todas as qualidades.

O alicerce:

Aqui temos as virtudes básicas de um bom “airman“.

Disciplina – o piloto disciplinado se atém às regras e padrões da aviação. Além disso, sabe manter seus próprios limites e mínimos pessoais. Quando enfrenta situações inesperadas, possui autocontrole e discernimento para buscar a melhor maneira de agir.

Habilidades – o piloto habilidoso é excelente no manuseio dos comandos. Pilota com capricho, é bom de “pé-e-mão”, e tem exímia coordenação motora; possui grande conhecimento técnico, não só sobre a aeronave que voa, como também sobre fatores externos, como meteorologia e navegação aérea; é dotado de boa noção espacial e senso de direção.

O bom piloto sabe sempre onde está e em qual direção deve ir e tem boa capacidade de aprendizado. É humilde ao aprender coisas novas, e absorve rapidamente novos conhecimentos sobre aeronaves, sistemas e procedimentos.

Proficiência – o piloto proficiente voa com frequência, e está sempre “afiado” nos procedimentos (normais e de emergência) de sua aeronave. Através de treinamento recorrente, ele se atualiza e aprimora seu voo. Sua capacidade de voar o avião excede às exigências de qualquer situação ou procedimento que possa ocorrer em suas operações.

Os pilares fundamentais:

Aqui vemos as virtudes que moldam o bom “airman“.

Saúde – o piloto goza de boa saúde física e psicológica. Possui disposição e energia para voar, e tem a mente motivada e focada em sua atividade.

Trabalho em equipe – o piloto sabe se inserir bem em grupos. A aviação é uma atividade que predominantemente coletiva, afinal. O piloto é proativo e assume a liderança quando necessário. É um bom ouvinte e bom orador, além de ter boa comunicação e cooperação com os demais.

Gerenciamento de recursos – o piloto possui boa capacidade de gerenciar os recursos a ele disponíveis para o voo, como por exemplo sua carga de trabalho e a automação da aeronave. O piloto também faz boa avaliação e gerenciamento dos riscos.

A cobertura:

Características que coroam as virtudes do bom “airman“.

Consciência situacional – o piloto “voa à frente da aeronave”. Tem plena consciência do ambiente ao redor de sua aeronave, bem como total controle sobre a trajetória lateral e vertical da mesma em todas as fases do voo.

Julgamento – o piloto tem bom processo de tomada de decisão aeronáutica. Capta com precisão os acontecimentos, faz bom processamento dos eventos e sabe definir seu curso de ação com base em um julgamento experiente.

– x –

Alguns temas mencionados aqui serão comentados, em detalhe, nas colunas futuras. Outros já foram explicados nos outros “Safety Tips“. Aliás, é legal perceber o quanto estes conceitos estão interligados com os assuntos de CRM e SRM como um todo.

Comparando as atitudes perigosas da última coluna com os comportamentos e características explicados aqui, fazemos o contraste entre os bons e os maus influenciadores na aviação. Espero que esse conhecimento lhe traga uma reflexão sobre o nível de nosso “airmanship“, individual e coletivo. Para darmos o primeiro passo em busca de uma capacitação melhor, basta uma simples mudança de “mindset“.

Bons voos sempre!

 – x –

Nota do Editor: Sobre este mesmo assunto, leia também É PARA ISTO QUE SERVEM OS VOOS SOLO!