Quem quer ser piloto e não tem R$100mil aplicado no Tesouro Direto (e nem ‘paitrocinador’ com bala!) precisa dar um jeito para juntar essa grana. Mas fora a loteria e, eventualmente, alguma herança de uma tia velha solteirona, a única maneira de fazer isso de maneira honesta é trabalhando, e emprego não está fácil hoje em dia, como se sabe. A boa notícia é que para quem é jovem, comunicativo, e com muita energia e disposição para ajudar outros jovens, há uma empresa com 50 vagas em aberto neste momento. Estamos falando da Quero Educação, uma startup de marketing educacional de São José dos Campos (sim, será preciso morar lá, perto da Embraer e do CTA – que chato, hein!?), e as 50 vagas são para a função de Guia do Aluno, que é o profissional da Quero que vai atender ao cara interessado em alguma oferta do site (veja aqui como funciona o Quero Bolsa). Há muitas outras vagas na firma para cargos mais técnicos na área de TI, marketing, publicidade, etc. – a lista completa pode ser acessada aqui.

Esses dias eu publiquei aqui a impressionante história do Neto Almeida, e teve gente que comentou nas redes sociais me criticando quanto à impossibilidade de repetir o que fez o Neto. De fato, a maneira como o cara fez para se formar piloto é única, só ele poderia fazer aquilo! Mas cada um tem a sua, e esta oportunidade da Quero Educação também não será possível para muita gente. Porém, para muitos outros este poderá ser um caminho, então mãos à obra, pessoal! Vejam lá as oportunidades, reflitam se ela têm a ver com você, e repasse para os seus amigos. Não é todo dia que o cavalo selado passa na sua porta…