Hoje, com satisfação, nossa coluna chega ao número 100.

Nada disso, seria possível sem vocês, nossos leitores.

Tem sido um prazer compartilhar minha paixão (sim, como diz o jargão, minha paixão) por aeronaves, filmes e música com vocês.

Grato por suas interações e participações, espero poder continuar trazendo conteúdo aeronáutico dessa maneira descontraída até vocês.

Trago um texto, publicado em novembro passado, aqui no Blog, que conta um pouco da minha história e, como cheguei ao mundo das aeronaves e me tornei piloto, esse sou eu, e essa, é a nossa coluna.

Meu muito obrigado!

Não precisa ser rico para ser piloto – A impressionante história do Neto Almeida