Baseado no excelente artigo do blog Boldmethod, seguem as 11 recomendações para ser um piloto de sucesso:

1) Divulgue seus diferenciais profissionais

PC/MLTE-IFR todo mundo é, mas quantos pilotos, além disso, e além das qualificações adicionais mais comuns (ICAO-4+, Jet Training, habilitações de TIPO, endossos, etc.), também são GSO's? Ou têm curso de mecânico? Ou falam línguas estrangeiras? Ou possuem formação em TI, Contabilidade, etc? Diferenciais como estes podem fazer toda a diferença numa contratação, mas os contratantes têm que saber que você os possui! Por isso, além de obter a melhor qualificação possível, também é preciso encontrar maneiras de divulgá-las. Uma dica pessoal: oferecer-se para ajudar outros pilotos voluntariamente é a melhor estratégia de marketing pessoal que você poderá adotar.

2) Jamais queime as pontes pelas quais tenha passado

O mundo da aviação é muito pequeno, e do primeiro dia em que você passa pela porta do aeroclube/escola de aviação até seu último dia como comandante senior, estarão acontecendo relacionamentos interpessoais nas mais diferentes situações. Por isso, evite as fofocas de porta de hangar (ou de DO's), e lembre-se de que o que você fala de colegas e tripulantes ficará registrado. Nem todo mundo precisa de gostar de você, mas não dê oportunidade para que desgostem!

3) Autoconfiança, sim; arrogância, não

A humildade é uma das melhores virtudes que um piloto pode ter. Não é segredo para ninguém que há muito ego na comunidade de pilotos, e isso acontece por uma boa razão... Nós somos super-humanos, certo? Brincadeiras à parte, não há nada mais desagradável do que conviver com um piloto arrogante. Esteja você no seu primeiro voo de instrução, no seu primeiro emprego, ou na sua promoção a comando, sempre se lembre do quanto você é privilegiado por voar. Não há nada errado em ser autoconfiante - esta é, na verdade, uma das qualidades mais importantes para um piloto -, somente não deixe que esta autoconfiança se transforme em arrogância.

4) Encare todo cheque como se fosse o seu primeiro

Você se lembra o quanto estudou para o seu primeiro cheque? Nãol deixe aquela motivação desaparecer: trate todo  cheque como se fosse aquele seu primeiro voo de avaliação no final do curso de PP. Isso vai te deixar alerta para qualquer situação e te afastar da complacência.

5) Tenha flexibilidade em relação à sua meta profissional

Você provavelmente tenha um trabalho dos sonhos em mente, como "ser comandante de A380 da Emirates", ou algo assim. Isto é positivo, mas não deixe que esta meta lhe deixe cego para as oportunidades que irão surgir. Deixe as portas abertas para as alternativas inesperadas que serão apresentadas para você.

6) Respeite igualmente tripiulantes, passageiros e outros profissionais da aviação

Voltando à questão de queimar as pontes... Trate com respeito todos os seus colegas de trabalho, sejam eles tripulantes, mecânicos, despachantes, agentes comerciais ou administrativos, pessoal de limpeza, etc. E não deixe que eventuais conflitos individuais se tornem divergências coletivas.

7) Networking é tudo

Conseguir um emprego na aviação não é tanto sobre o quê você conhece, mas sim quem é que você conhece (para os que acham que o QI na aviação é uma "jabuticaba", vejam como isto está escrito no artigo do Boldmethod: "Getting a job isn't about what you know, it's about who you know"). Seu trabalho de networking começa no primeiro dia no aeroclube/escola de aviação e nunca deve acabar.

8) Peça feedback aos seus colegas e demais tripulantes

Isto é sempre uma boa prática, seja você um estudante de aviação ou um comandante de linha aérea. Ao final de um voo, peça por um feedback honesto e construtivo. Não tome as críticas como pessoaais, ao contrário: use-as para melhorar e evitar a repetição dos erros.

9) Retribua!

Não há maneira melhor de mostrar o seu sucesso do que retribuir à sociedade parte do que você conquistou. Há inúmeras maneiras de fazer isso, desde ajudar financeiramente um jovem a se formar, até compartilhar seu conheciemento com os menos experientes. Aliás, o ParaSerPiloto é uma ferramenta para viabilizar esse tipo de atitude!

10) Não julgue as escolhas de carreira de outros pilotos

A parte mais legal de ser um piloto é que você pode viver e trabalhar em praticamente qualquer lugar do mundo. Porém, seja quanto à escolha do aeroclube/escola de aviação, do primeiro emprego, ou da companhia aérea, não julgue os outros pilotos pelas escolhas que eles fizeram. Se alguém quiser saber mais sobre os caminhos que você escolheu, conte sua história, mas evite criticar os outros pelas escolhas que eles fizeram.

11) Cometeu um erro? Admita, aprenda e siga em frente!

Não há como ser um piloto perfeito, não importa o que você faça ou diga: sempre haverá momentos em que você cometerá deslizes - alguns pequenos, outros maiores. Um comandante certa vez disse que "os melhores copilas não são aqueles que pilotam melhor, mas sim aqueles que admitem quando cometem um erro". Pode-se ir além com isto e acrescentar que esta qualidade é importante não só para copilas, mas para comandantes também. Admita ter cometido um erro, aprenda com ele e siga em frente, demonstrando sua matuiridade como piloto.