De acordo com esta excelente reportagem do Washington Post – Pilot-hungry airlines are raiding flight schools — creating a shortage of instructors to train the next generation -, o principal desafio das escolas de aviação americanas hoje em dia é recrutar e reter instrutores (vide infográfico acima). Na verdade, as companhias regionais estão “roubando” praticamente todos os INVAs que possuem a qualificação mínima para atuar como copilotos (as marcas para checar o ATP/PLA), em um mercado que se encontra absurdamente aquecido: o maior nível de contratações desde a era pré-11/set. O resultado? Salários aumentando, como acontece numa legítima escassez de mão-de-obra (sobre isto, vale a pena reler APAGÃO DE PILOTOS??? BULLSHIT!!!).