Fui protagonista de uma das melhores histórias de guerra dos aliados.

Voava no 1ºGpAvCa, num P-47, até que em um belo dia, fui abatido por uma bateria antiaérea.

Caí em CastleFranco em meio a território inimigo.

Para retornar a base brasileira, eu caminhei por mais de 30 dias, entre linhas alemãs, cheio de ferimentos e hematomas,vivendo de doações até chegar ao limite da zona de controle inimigo.

Minha meta era atravessar a fronteira e chegar à Pisa, onde estava locado o Grupo de Aviação de Caça.

Consegui atravessar a fronteira depois de ser ajudado por um membro da resistência italiana.

Cheguei à base, e permaneci na ativa como chefe de oficina, até o fim da guerra.

Faleci em 1990, como uma lenda da perseverança.

Quem sou eu?