Desde seu lançamento, o CAPS-Cirrus Airframe Parachute System gera polêmica – a começar pela sua própria necessidade de existir, que seria uma condição imposta pela FAA para certificar o primeiro monomotor a pistão da empresa, o Cirrus SR20. Mas o fato é que o dispositivo já foi utilizado perto de 100 vezes até agora e, em 100% das vezes em que foram respeitadas as regras de velocidade máxima e de altitude mínima para seu acionamento, todos sobreviveram. Acho que estes números não deixam dúvidas de sua eficácia.

Se você também é um curioso sobre o CAPS, não deixe de assistir a este vídeo da AVweb, que o Paul Bertorelli vai te explicar esse assunto direitinho!