Pouco mais de um ano atrás, a ANAC publicou o RBAC-141 EMD001 – CERTIFICAÇÃO E REQUISITOS OPERACIONAIS: CENTROS DE INSTRUÇÃO DE AVIAÇÃO CIVIL substuindo ao mesmo tempo o vetusto RBHA-141 e o anacrônico RBHA-140, que desde priscas eras regulavam a instrução de pilotos no Brasil. Restavam, porém, os paleozoicos manuais de curso, que embora redigidos para um ambiente instrucional completamente diverso da atual realidade dos CIAC’s (Centros de Instrução da Aviação Civil), ainda eram a referência oficial de treinamento de pilotos em nosso país.

Não mais, agora que existe a IS 141-007A – que, na verdade, é muito mais do que uma simples Instrução Suplementar. Publicada no Diário Oficial da União de 15 de junho de 2020, Seção 1, página 128, esta IS é muito diferente do padrão. Denominado Programa de Instrução e Manual de Instrução e Procedimentos – IS Nº 141-007 Revisão A, aprovada pela Portaria Nº 1.529/SPO, de 12 de junho de 2020, este documento de 511 páginas disponibilizado em um arquivo PDF de 65.344 KB se propõe a ser o novo marco regulatório para a formação de pilotos no Brasil. Ou, se você preferir, a “Bíblia da Instrução” mesmo.

É claro que voltaremos a este assunto muitas vezes aqui neste espaço, mas se você for aluno de aeroclube CIAC, instrutor de voo, ou principalmente dirigente ou profissional da instrução de voo no Brasil, sugiro fortemente que dedique algumas horas de seu dia a ler este documento.